Não implore amor! Esse é o erro mais constante entre as pessoas carentes!

Iara Fonseca

Entenda a diferença entre amor-próprio e egoismo. Assisti esse vídeo e resolvi compartilhar com vocês porque o erro mais constante entre as pessoas carentes… É pedir amor, ou melhor, implorar amor. E a carência é um diagnostico simples para a baixa auto-estima. Se você é carente, você sofre de falta de amor próprio, e ponto.

Assista o vídeo!

AMOR PRÓPRIO E EGOÍSMO, ENTENDA A DIFERENÇA – ROSSANDRO KLINJEY

Assista o vídeo e entenda a diferença entre amor próprio e egoísmo. Deixe sua reflexão sobre esse tema!#rossandroklinjey #rossandro #psicologia #psicologo #amor #autoestima #autoajuda

Posted by intelitera on Saturday, September 2, 2017

Não é uma doença terminal, existe solução. Busque ajuda!

Buscar ajuda já é um sinal de amor por si mesmo, mesmo que esse amor seja tímido, se você decide se curar, você decide se amar.

Você não está sozinho. Há seres tão queridos perto de você, que embora os seus olhos não possam ver, eles te protegem, te orientam e te amparam.

Desejo que nessa noite, o seu guia espiritual ou o seu anjo da guarda, como queira chamar, te leve para um lugar de paz e que amanhã você desperte de animo renovado para agradecer a dádiva de viver. E começar a ver a sua beleza e se valorizar.

Seja o amor! Respire amor próprio! Se permita!

Não deixe a carência vencer! Lute contra esse seu medo de perder, essa sua obsessão por se maltratar e se humilhar. Pessoas carentes demais são um veneno para a alma. Não se envenenar é um começo!

Amar a você em primeiro lugar é um principio básico, não é egoismo. As pessoas não conseguem amar quem nitidamente se violenta.

Implorar amor é uma violência contra você mesmo e contra o outro. Ninguém pode te amar a força… Nada se consegue a força… Nada permanece a força.

Cuide de você! Desse corpo físico que precisa de atenção e amor. Ofereça o seu amor para o seu próprio ser.

Talvez você ainda não saiba amar e por isso não consiga ainda se amar, acha que ama o outro, mas na verdade só sente uma forte dependência afetiva.

Leia mais sobre o amor verdadeiro, e coloque em prática esse amor no seu coração e na sua mente.

Assista o vídeo do TIO com atenção e desamarre as correntes que te prendem a um falso amor!

Imagem: Frenys.com

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Iara Fonseca

Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!


COMENTÁRIOS