Investir no amor é preciso

Aline Felix
Midsection of couple holding hands on dirt road against bright sun

Ultimamente tenho visto com mais frequência do que gostaria as pessoas desistirem umas das outras por motivos bobos. Parece que preservar algo tem sido um desafio dos grandes. Um amor, relacionamentos têm sido jogados pela janela como se fossem lixo, um pedaço de papel amassado.

Eu sei que é difícil conviver com outro ser humano, que todos nós temos nossas crises e monstros internos e emocionais, que temos opinião, que por vezes não somos nenhum pouco tolerantes com o outro, que não gostamos de abrir mão de algo… Tanta coisa! Eu sei, é difícil, mas vale a pena jogar tudo fora por algo tão bobo que é o momento?

Têm dias que estamos mais vulneráveis, mais irritados e sem paciência, e são esses momentos que devemos ter cuidado ao falar, responder ou tomar alguma atitude. É nessa hora que necessitamos exercitar nossa tolerância, paciência e silêncio. As coisas sempre passam, o que nunca vai passar ou ser esquecido é aquela palavra dita na hora da raiva. Ela vem como uma flecha direcionada ao coração, e quando a tiramos fica uma marquinha, e lá vamos nós colocar um remendo naquele machucado.

Esse tipo de coisa acumula, e uma hora faz a gente cansar e querer desistir de tudo. Mas não adianta nada uma pessoa se dar o trabalho de insistir e investir no amor se a outra não se esforça. Às vezes, achamos que é fácil conviver com alguém, em dar amor, ser sincero, compreensivo, tolerante entre tantas outras coisas, escrever é sempre mais simples, parece tão fácil que dá para fazer de olhos fechados, mas não. É muito difícil.

Quando se namora há anos tudo fica mais leve, mas nem sempre, porque todo relacionamento tem suas fases. Sempre acreditei que os problemas e as brigas são só as pedras no caminho, a gente vai chutando uma por vez e isso vai nos fortalecendo, pois um dia virá uma barreira enorme, e se não estivermos juntos e fortalecidos não passaremos. A vida é isso, uma constante evolução, e a dois é mais difícil e ao mesmo tempo mais fácil. Pois passar pelas brigas é árduo, mas quando chegar lá na frente para destruir uma barreira vai ser simples. Entende?

Disse uma vez e repito, a vida a dois é sim maravilhosa, mas é preciso deixar muito o eu de lado, é preciso abrir mão de bobeiras, o amor tem que superar as pequenas coisas para poder se fortalecer.

Jamais jogue um amor fora por coisas bobas.

Recentemente tenho tido uma crise no relacionamento que já foi e voltou várias vezes, quando eu não insisto ele insiste e vice e versa.

É tão difícil e cansativo às vezes, que eu sei e entendo que dá sim vontade de jogar tudo para o alto, mas paro e penso “será que vale a pena eu fazer isso?”. Chego a conclusão colocando tudo na balança que não vale.

Por isso, invista no amor quantas vezes sentir que é necessário. Por mais que exista milhares de pessoas neste mundo, nem todas são seu par perfeito, nem todas estão dispostas a amar. Amar requer também tempo, disposição, atitude, carinho, paciência, amizade, lealdade… Se você não consegue ter isso agora com quem diz que ama, dificilmente terá com outra pessoa.

COMPARTILHAR


RECOMENDAMOS


Aline Felix
Nascida em 1989, na cidade de São Paulo é formada em jornalismo pelas Faculdades Integradas Rio Branco. Blogueira e metida a escritora é apaixonada por prosas, crônicas e contos. Seus sentimentos e pensamentos ela expressa em seu blog “pelos olhos da cidade”. Dedicada, esforçada, exageradamente dramática e otimista, procura ver a vida de uma forma simplista. É uma antítese incessante.

COMENTÁRIOS