Inteligência emocional

Segundo Goleman, inteligência emocional é a habilidade de identificar e gerenciar as suas emoções e as do outro. Você sabe perceber o que você está sentindo? Alegria, tristeza, raiva, medo, susto. Muitas vezes a gente não sabe mesmo. Você sente algo estranho e até acha que é fome e corre para a geladeira. Não é fome, mas pode ser ansiedade.

E a raiva? Costumamos negá-la. É normal sentir raiva? Claro que sim, o diferencial é o que você faz com ela. Ela tem que ser digerida internamente, e não direcionada a alguém. Você acha que quando está com raiva tem o direito de brigar com todo mundo. Isso não é o ideal, o correto é se questionar e identificar o que te deixou assim e digerir essa conclusão. Elaborar, entender. Pode ser que precise de um psicólogo para te ajudar. Sentir raiva é do ser humano, mas jogá-la no outro não é.

Aprenda a ser mais perceptivo com suas emoções. Aprenda a lidar com elas, isto é, gerenciá-las e monitorá-las para manter o autocontrole das suas emoções. Os componentes da inteligência emocional são autoconsciência, autogerenciamento, automotivação, empatia e habilidades sociais.

Autoconsciência é capacidade de identificar e monitorar o que você está sentindo. O autogerenciamento é o controle dessas emoções. Isso pode ser desenvolvido ao ficar mais atento as suas percepções e aprender a lidar com elas.

Automotivação é capacidade de levantar a si mesmo. Ou seja, não espere o outro te estimular. Estimule-se, jogue-se para cima. Tenha diálogos mais positivos com você mesmo. No seu diálogo interno, seja mais inspirador com você. Ao acordar já imagine que hoje vai ser o melhor dia da sua vida. Sorria para você mesmo.

A empatia é capacidade de se colocar no lugar do outro. Mas isso só se consegue ao olhar para dentro de si mesmo. Observe o outro, detecte o não-verbal dele. O que será que ele está querendo dizer com isso? Talvez se eu estivesse no lugar dela, também faria isso.

E a habilidade social é capacidade de saber conviver. Saber falar a coisa certa na hora certa sem ser agressivo e nem passivo. Defender seus direitos sem infringir o direito do outro. Aprender a se relacionar é fundamental para todo ser humano. Resuma o que o outro está falando para ver se o está entendendo.

Fiquem tranquilos, pois a inteligência emocional pode ser desenvolvida. Procure alguém se não conseguir sozinho. A psicoterapia vem para ajudá-lo a desenvolver suas habilidades, para ajudá-lo a conviver primeiro com você mesmo, e depois com o outro. Aprenda a pensar de modo adequado. Nossas principais dores estão dentro de nós mesmos. São culpa de nossa conversa com nós mesmos. Aprenda a dialogar consigo mesmo.

FONTEA mente é maravilhosa
COMPARTILHAR
Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia



COMENTÁRIOS