EU CLIQUEI NO “TANTO FAZ”!

Gabi Barboza

O tanto faz foi uma necessidade. Algo que você mesmo provocou. Você me tinha sempre que queria, do jeito e a hora que queria. Você me plantou um sorriso besta no rosto, mas bagunçava muito minha cabeça com suas constantes alterações de humor. Você me deixava feliz e triste. Você me fazia bem e mal. Você me dava a clara impressão de quem estava brincando com os meus sentimentos. Quantas vezes marcamos de sair e nunca saímos? Quantas vezes te escrevi um whats e você nem se deu ao luxo de responder? Eu cliquei no tanto faz.

Você postava fotos com outras e eu me fazia de forte, fingindo não sentir nada. Você ia para as suas baladas depois de constatar que eu estava em casa. Eu ficava bem em casa, afinal, amo ficar em casa. Mas não era justo você sair e fazer o que bem entendia, sabendo que eu estava em casa e eu só saber que você tinha se jogado na nigth no dia seguinte, com as marcações de fotos dos amigos. Eu cliquei no tanto faz.

Fantasiei muito como seria a nossa primeira vez. Desejei muito isso. Pensei muito nisso. Só que o seu jogo me cansou e eu achei melhor deixar isso só no pensamento. Não me lembro de nenhum cara que tenha ganho o meu adeus e tenha estado de novo comigo como antes. Você tinha o meu amor, tinha a minha preocupação, tinha o meu querer. Eu cliquei no tanto faz.

Foi bom querer você e ter de certa forma. Foi bom tudo que sorri e chorei por você. Foi bom ver o quanto você consegue ser frio. Foi bom perceber que estava só me enganando. Foi bom ver o quanto eu posso desaprender o que aprendi. E foi melhor ainda perceber que o amor próprio ainda fala alto dentro de mim quando a coisa sai do controle que eu achava que existia. Eu cliquei no tanto faz.

E esse clique, é irreversível. Uma vez acionado, não volta mais. Não adianta ser fofo agora, não adianta se transformar em um gentleman. Eu sei o que você é, o que você queria, eu sei até onde suportei. E sei também, que me enganando eu só ia me destruir. Você não serve pra mim. E o tanto faz que eu cliquei, me fez ver com olhos diferentes o quanto você foi algo que eu criei. Me enganei muito, por puro querer. E tive a incrível capacidade de sofrer por isso.

Eu decidi colocar um ponto final nisso, sem te avisar. Apenas cliquei no tanto faz, com a tranquilidade de uma mulher segura que se ama antes de amar a qualquer outra pessoa. Meu amor próprio vai fazer de você uma página triste da minha caminhada. E o tanto faz que eu cliquei, me fará seguir em frente, sem depender do seu sorriso pra ficar bem. Sem chorar pela sua indiferença e não adianta vir atrás, moço.

O tanto faz uma vez clicado por mim, é pra sempre. Não há o que ser feito para reverter. Já era. Você me perdeu. Mas pra você né, tanto faz também. Eu era só um brinquedo. Que bom que passou.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Gabi Barboza
É graduanda em Psicologia, tem 32 anos. Como o que faz o mundo dela girar, são as pessoas, trabalha com Recursos Humanos. É mineira, bem casada com um Gaúcho lindo. Mora em Porto Alegre desde 2012. Está sempre lendo e ama escrever. Se sente rica, por ter vários livros em uma estante que é o seu tesouro. Ama se engajar em causas sociais, crê que a única coisa que levamos desse mundo, é o que plantamos. E que as boas obras, são fundamentais.

COMENTÁRIOS