Esta escola do Reino Unido ensina meninos de 2 a 13 a como meditar de forma correta

Resiliência Humana

Aulas de meditação foram introduzidas para crianças de cinco anos em uma escola independente de meninos, com o objetivo de ajudar na saúde mental.

A Bickley Park School, em Kent, Inglaterra, que tem meninos de 2 a 13 anos, quer dar aos seus alunos o “melhor começo possível na vida, tanto acadêmica quanto mentalmente”.

O professor assistente Jon Poole começou a fazer sessões de meditação com seus alunos de cinco a sete anos de idade para dar-lhes um respiro durante o dia cheio da escola.

“Uma parte vital para ajudar os alunos a ter uma vida saudável e feliz é ter certeza de que eles sabem como cuidar de si mesmos. Tomar medidas precoces para ajudá-los a nutrir sua saúde mental é parte fundamental disso”, disse Poole.

O professor, que tem 37 anos, introduziu as sessões de meditação para os alunos do Eltham College, onde deu aulas por 15 anos. A ideia era repetir o sucesso na nova escola.

“Pesquisei um pouco sobre bem-estar e meditação. Embora haja bastante coisa para os adolescentes, não há muito para as crianças mais jovens”, disse Poole.

“Pesquisas mostram que tudo está se tornando mais jovem e mais jovem, e até mesmo a puberdade começa mais cedo. Quanto mais cedo pudermos ensiná-los a identificar os sinais de que não se sentem bem e a responder a isso, melhor.”

Poole faz as sessões depois do almoço, para os alunos da escola desfrutarem de “cinco minutos de calma”.

A ideia não é nova.

Mark Williams, professor de psicologia clínica que estuda os benefícios da meditação, disse na conferência Mindfulness in Schools Project, em Londres, que “as dificuldades de saúde mental realmente surgem na adolescência — é quando as crianças que talvez tenham sentido dificuldades de repente percebem que não dão mais conta.”

Na época, ele disse HuffPost UK: “Estudos têm mostrado que crianças que têm dificuldade com autocontrole podem se tornar adultos com problemas” de saúde mental.

“A meditação não é um controle que vem de baixo para cima – não é apenas mais uma instrução para as crianças, mas sim a ideia de que elas possam ser as capitãs de seus próprios navios.”

“A sensação de ser capaz de parar, verificar e perceber. Em seguida, entender seu próprio humor antes de tomar a próxima ação. E isso só pode ser bom.”

Poole agora trabalha com o departamento de preparação da Bickley Park School para levar as sessões de meditação para todos os alunos.

“Estamos buscando maneiras de introduzi-las para todas as idade. O objetivo é dar aos nossos meninos uma boa base em preparação para os ensinos secundário e superior, bem como para a idade adulta”, afirmou ele.

“Acho importante que os alunos, mesmo aqueles mais novos, tenham a chance de sentar, relaxar e ficar em silêncio. Suas vidas são tão ocupadas, mesmo quando pequenos, que ter uma chance de tirar um tempo para permite recarregar suas baterias físicas e mentais.”

Poole disse esperar que os meninos tenham uma plataforma para lidar com situações estressantes.

“Muitas vezes ouvimos falar de jovens e adolescentes lutando com problemas de saúde mental, com estatísticas mostrando crianças de apenas cinco anos sofrendo de depressão”, disse ele.

“Espero dar aos nossos meninos as ferramentas para que eles cuidem de sua própria saúde mental, o que é tão importante quanto dar-lhes um forte início acadêmico.”

FONTEHuff Post Brasil
COMPARTILHAR


RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS