É proibido se sentar para esperar que a vida aconteça

Resiliência Humana

Se existe alguma coisa que cedo ou tarde aprendemos é que de nada serve esperar que as coisas aconteçam sozinhas. Para ser feliz nesta vida é preciso tomar decisões, e somente quando somos capazes de promover essa mágica mudança interior, o que está ao nosso redor também fica impregnado de tal movimento harmônico.

Um dos escritores mais notáveis da história da literatura foi sem dúvida Anton Tchekhov. Essa pena afinadíssima, crítica e habilidosa no mundo emocional e psicológico, nos lembra através dos seus contos que as pessoas comuns são aquelas que sempre esperam o bom e o ruim do exterior, enquanto as sábias são aquelas que esperam tudo de si mesmas.

Quando você para de esperar, a vida muda. É uma coisa que aprendi com o tempo, porque não basta apenas desejar, porque um desejo lançado ao ar nas noites estreladas não muda nada, mas uma decisão muda tudo.
Por outro lado, também sabemos que as pessoas são obrigadas, muitas vezes, a esperar. Isso acontece com o adolescente que quer ser maior de idade, o adulto que aspira conseguir um bom trabalho e, por sua vez, com todos nós todos os dias quando esperamos a chegada do metrô que nos levará para casa. Sempre esperamos alguma coisa.

Agora, a arte de esperar sem se desesperar também implica que durante esse tempo plantemos “sementes”, já que nunca é demais. Pequenas ações, pensamentos e iniciativas que por si mesmas também geram seu próprio movimento.

Quando esperar parece a única opção

Muitos de nós fomos educados nessa cultura da fé e da recompensa, ali onde acreditar que na vida, assim como nos contos, há sempre um final feliz. Nos explicaram que é preciso tolerar a frustração antes de receber um estímulo positivo, e também nos disseram, quase entre sussurros, que as pessoas boas sempre recebem coisas boas.

Contudo, e à medida que fomos engolindo um bocado de realidade atrás de outro e caindo nessas “armadilhas para ursos” dos nossos caminhos de vida, muitos chegaram à conclusão de que as pessoas não têm nenhum controle sobre isso que chamamos de vida. Achamos que é melhor esperar, ficarmos quietos e lançar raízes na nossa própria zona de conforto enquanto colocamos o nosso olhar na janela da vida, aguardando que a sorte bata à nossa porta.

Agora, se as pessoas boas recebem coisas boas… Por que nós vivemos apenas coisas frustrantes? Será que somos a exceção à regra? A vida não funciona desse jeito.

Esperar nunca deveria ser a única opção aos problemas e vazios da nossa própria existência. É hora de deixar de lado o que sentimos para pensar no que precisamos de verdade. O mundo não é cor de rosa, sabemos disso, mas na verdade, também não é cinza nem hostil. A realidade é da cor que você quiser enxergá-la.

Quando você para de esperar, a vida muda

As pessoas costumam culpar o seu entorno e as pessoas que o habitam pela sua própria infelicidade, por terem cortado as asas do seu crescimento e suas oportunidades. Com este esquema de pensamento o que acontece na verdade é adubar a mente com a terra do mal-estar para plantar nela as sementes do sofrimento.

Certamente você já ouviu e leu mais de uma vez que o que você pensa influencia os seus comportamentos e emoções, mas contudo, apesar de saber disto, nem sempre conseguimos colocar as rédeas neste cavalo desbocado que é o medo.

“Se paro de culpar meu parceiro pela minha infelicidade e o deixo, ficarei sozinho e isso é uma coisa que me dá muito medo”. “Prefiro esperar ter novas ofertas de trabalho na minha cidade do que mudar de cidade, porque esse passo me dá muita insegurança”.

Quase sem saber como, nossas mentes se transformam em verdadeiras lavadoras onde dão voltas os discursos aterradores e essa angústia que deriva em um tipo de vitimização na qual nos limitamos a ver apenas o que não funciona em vez de atentar para o que vai bem. Não é o correto. É preciso dar uma guinada em nossos estilos cognitivos e compreender, além disso, que a vida não espera, não se detém e também não avisa. De fato, a estamos deixando passar.

Estratégias para gerar a mudança nas nossas vidas

Uma coisa que precisamos levar em consideração é que em matéria de felicidade e de realização dos sonhos, não existe nenhuma fórmula mágica. Cada um de nós é capaz de encontrar a equação que melhor funcione para si mesmo, com base nas suas próprias necessidades, personalidade e circunstâncias.

Contudo, existem algumas orientações fundamentais que podem nos ajudar a cruzar a linha do medo, para produzir a mudança e parar de esperar. São as seguintes:

Não se deve temer o erro, o engano, o fracasso. Parar de esperar para ser um pouco mais feliz implica tomar decisões, e se uma delas não for a adequada, não será o fim do mundo porque descobriremos quais decisões podem ser as corretas.

Quem para de esperar e se atreve a agir não o faz porque esteja convencido de que tudo vai dar certo. O faz porque é o correto, porque a imobilidade não nos leva a lugar nenhum. Em vez disso, o movimento por si só já é vida.
Equilibre a obsessão de ter o controle de tudo o que o rodeia, assim como a ansiedade elevada. Isso também é reflexo do medo.

Diminua o discurso negativo e os pensamentos “ruminantes” cheios de fatalismo. Não servem para nada, recicle-os.
Não antecipe nada do que possa ou não possa acontecer e apenas limite-se a abrir a sua mente. Porque a vida não é um problema a resolver, é um mistério a ser vivido.

VIAValéria Amado
FONTEA mente é maravilhosa
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS