É hoje o dia de se amar!

Hoje é dia!
Chega de adiar.
Porque eu sei que esse sorriso aí não é o mesmo há tempos.
As sextas-feiras já não têm mais tanta animação, os sábados são iguais e os domingos, pss… nem se fala!?
Até o seu jeito de andar mudou? Antes confiante, agora parece às vezes arrastar correntes?
A pele e o cabelo já perderam o brilho e tudo anda meio monocromático?
Ultimamente tem evitado pessoas e o seu quarto às vezes parece o lugar ‘menos pior’ de todos?
Você até tenta, olha pro céu, vê o pôr-do-sol, dá umas risadas daqueles vídeos na internet, mas até isso anda meio sem graça né?!
E tudo anda “meia boca”? Relacionamentos, amizades, empregos, programas.

Acertei?
E você se pergunta: “como cheguei até aqui?”.
E não entende como antes era tão ativo e alegre e hoje talvez pense como a vida seria maravilhosa se pudéssemos usar pijama o dia todo?
Pois se você chegou até aqui e está lendo isso, não foi ao acaso!
Meu amigo, minha amiga, só te digo uma coisa: chegou a hora.
Sim.

Chegou a hora de se amar.
É isso mesmo o que você leu.
Sim sim.
Se amar, se cuidar e ver que a pessoa mais importante da sua vida você simplesmente está deixando de lado. Essa pessoa é simplesmente VOCÊ MESMO(A).
Eu arriscaria dizer que já até passou na hora, mas nunca é tarde, então: bóra!
Vou te falar se você ainda não sacou, é VOCÊ a sua prioridade de vida. Filhos, casa, família, emprego, marido, cachorro, namorada, nada disso vai fluir adequadamente enquanto VOCÊ não se colocar em primeiro lugar (e eu disse em PRIMEIRO lugar).

E não é egoísmo não!
É sobrevivência.
Se VOCÊ não estiver bem, todo o resto certamente não estará.
Ninguém vai colocá-lo como prioridade se você mesmo não se tratar assim.
Parece óbvio né?!
E é!
Mas de tão óbvio às vezes a gente esquece e todo o resto acaba se tornando mais importante, aí quando vemos, estamos de novo esquecidos de nós mesmo tentando buscar externamente explicações pra nossa vida estar tão cinza.

Lembre-se: o exterior é reflexo do interior.
Os acontecimentos, relacionamentos, situações externas são projeções de nós mesmos. Pra nos mostrar o bom, o ruim, o o que precisa de ajuste.
E não adianta buscarmos lá fora sendo que a mudança deve ser na gente em primeiro lugar.

Então, deixo como sugestão: primeiro passo pegue papel e caneta e anote todas as suas qualidades.
Tudo.
É divertido(a)? Carinhoso(a)? Dirige bem? Faz uma lasanha divina? Anota tudo!
Preencha todo o espaço.
Certamente você consegue.
Vai por mim.

Mas tem que encher a folha toda!
E depois leia tudo, em voz alta.
Agora me conte: você, sendo tudo isso de bom, REALMENTE merece essa vida “meia boca”? Merece esses relacionamentos furados, tóxicos? Esse emprego que não permite mostrar seus talentos? Essa vida financeira que nunca melhora?
Você já sabe a resposta, certo?!
Você é um ser divino, cheio do talentos e qualidades!
Agora o segundo passo: o que você quer pra sua vida? O que você acredita que merece?
Anote.

Terceiro passo e fundamental: mexa-se!
(É… milagres não existem sem a sua parte. Seja o seu próprio milagre.)
Eu sei que pode dar um pouco de trabalho, mas vai por mim: vai valer a pena.
😉




COMENTÁRIOS