Dia dos namorados: solteiros X comprometidos

Aline Felix

Chega o final de maio e algumas pessoas já estão pensando no presente do dia dos namorados, no que dar aquela pessoa que faz seu coração bater cada vez mais forte. Não é só sobre presentear quem se ama que esse dia se trata, mas mostrar o quanto ela é importante na sua vida. É uma forma de gratidão pelos bons momentos, pelos dias em que ele aguentou suas crises de TPM, pelo dia em que se irritou por nada, que criou problemas sem sentido, pelo abraço apertado no dia em que mais precisou, por estar presente nos melhores e piores momentos que passou.

As redes sociais chovem fotos com corações e elogios. O amor transborda! Mas há os solteiros, e boa parte deles se sentem sozinhos nessa época, ficam tristes, e para despistar ou não dar tanto assim na cara o desgosto por estarem sozinhos, se alugam em forma de brincadeira no dia dos namorados, outros tentam mostrar que não estão nem aí, mas no fundo, só queriam alguém para passar essa data.

Sabe aquele papo de que devemos nos alegrar com a felicidade alheia? Pois é, essa é uma oportunidade. Se você está namorando celebre a data, fique pertinho de quem ama, mostre que ele (a) é especial e agradeça por tudo o que fez e por caminharem tão bem juntos. O amor é lindo, ele floresce, se mostra e não cabe em um potinho, porque o amor transborda, se mostra e contagia.

Se você está solteiro não se lamente. O importante é em primeiro lugar você se amar, é ter amor próprio e não querer e aceitar um namoro só porque não quer passar essa data sozinho. É bobagem. Essa é uma data especial sim, mas para quem namora, digamos que é como uma data de casamento. Quem faz isso? Os casados, então deixa os namorados comemorarem do jeito deles. Deixa o amor florescer no seu feed.

Quanto mais desejamos coisas boas aos demais, mais elas voltam para nós. Se não está namorando é porque não apareceu ninguém legal. E que bom que não está com qualquer um só para celebrar essa data. Eu sei que muitos querem se mostrar nessa data, que arrumam qualquer um para mostrar aos outros, mas essa não é a verdadeira essência da data. Não torne o amor comercial ou superficial.

Entrar em um relacionamento é também se comprometer a amar e respeitar, é saber aceitar as diferenças, ser tolerante, responsável, amoroso, leal, entre tantas outras coisas. Parece ser fácil quando as escrevemos, mas não é. Quem vive em um relacionamento sabe o quão difícil é. Não são todos os dias de flores, há crises, brigas, choros, risadas, mas o amor é o que prevalece.

O amor sempre vale a pena estando você namorando ou não. O amor é para se mostrar, não estou dizendo que é para esfregar na cara dos amigos. Não! O amor é entre duas pessoas que se amam e por ser tão forte ele acaba escorrendo pelos dedos, porque ele não aguenta ficar preso, ele quer se mostrar ao mundo e é absolutamente natural.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Aline Felix
Nascida em 1989, na cidade de São Paulo é formada em jornalismo pelas Faculdades Integradas Rio Branco. Blogueira e metida a escritora é apaixonada por prosas, crônicas e contos. Seus sentimentos e pensamentos ela expressa em seu blog “pelos olhos da cidade”. Dedicada, esforçada, exageradamente dramática e otimista, procura ver a vida de uma forma simplista. É uma antítese incessante.

COMENTÁRIOS