DESDE QUE SEJA AMOR…

Bruna Stamato

Há amores amigos; Amores bandidos, daqueles que tomam o coração num rápido assalto sem que ao menos nos déssemos conta que nosso coração nos foi roubado; Há amores antigos..que são saudades boas de se cultivar. Há amores inimigos, os que não tem explicação de ser mas…SÃO.

E há aqueles amores que ainda virão. Há amores passados que não nos deixaram marca alguma e uns outros poucos e raros, que foram passageiros e se tornaram inesquecíveis.

Há amores impossíveis. Mas estes, conservemos como sonhos. Há amores cúmplices, que provém de uma grande amizade e assim vão se perpetuar. Há amores mutáveis, onde nada parecia que iria brotar e, de repente, vira amor. Há amores exagerados, que são tão maquiados que nem devem ser amor…

Há amores contidos, que são tão sublimes, que nunca deixarão de ser amor. Amores calados, que palavras não se fazem mais necessárias e a gente prefere guardar aqui dentro. Amores gritados, aqueles apaixonados, que queremos mostrar ao mundo todo. Amores pela metade e amores por inteiro.

Há o amor duvidoso e o amor certeiro. Amores sensuais e amores caseiros…amores formais e amores loucos; Não importa a sua forma de amar, a sua forma de manifestar, desde que seja AMOR.Que lhe complete ou transborde, que lhe excite ou apenas acomode… em braços calmos.

Amores são sempre bem vindos, para eternidade ou breves momentos, fortes como aço ou leves como o vento…não importa, desde que seja AMOR. Que te faça feliz ou arder em febre, não há loucura ou cura melhor que o amor. Que te prenda ao chão ou te faça voar, não interessa, desde que seja AMOR.

Amor próprio ou amores múltiplos;Amores imediatos ou os sem nenhuma pressa… Amores únicos ou amores consecutivos; Não há problema algum desde que…seja amor. Seja amor; Dê amor; Mas nunca o cobre nem o espere; Deixe – o livre e seja gentil, que ele volta, sob qualquer forma, não importa. Desde que seja amor.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Bruna Stamato

“Mãe, mulher, geminiana, maluca e uma eterna sonhadora!”


COMENTÁRIOS