Cuide-se. E não espere que façam isso por você.

Jéssica Pellegrini

Eu não sei amar, mas sei falar de amor.
Eu sei que daqui a pouco surgirão outras tendências de moda. Sei que as músicas que tocam hoje no rádio, não serão as de amanhã. Sei que novidades surgirão na minha rotina. Sei, também, que fatores conquistarão os meus sorrisos e outros, o meu fracasso repentino. Sei que o tempo vai passar, o relógio vai girar. Eu sei que algumas coisas perderão o sentido, e outras serão promovidas. Sei que eu posso emagrecer ou engordar. Sei que, entre um acaso e outro, encontrarei as chances do sucesso. Sei que se eu plantar uma rosa, não colherei espinhos. Sei que aparecerão algumas rugas, dores e questionamentos pessoais sobre a idade.

Amores entram e saem de nossas vidas. Somos conquistados por sinceridade, por gestos, atitudes e surpresas. Conhecemos lugares novos, bebidas gostosas e comidas saborosas. Às vezes, frequentamos o cinema, o barzinho, a balada ou as festas. Mas sempre preferimos o conforto quentinho de nossas camas, dividindo o mesmo cobertor. Temos a incrível chance de acordarmos e desejarmos conquistar o mundo todo, mas poucos sabem que todo o suficiente necessário, cabe em um simples abraço.

E então, quando se sabe onde quer chegar, certamente o destino será consequência dos seus próprios esforços. A vida é assim, ganha quem se atreve. Perde quem desiste. E não existe segredo algum quando falamos sobre merecimento. Não espere reciprocidade, se você não corresponde ao que recebe. Não deseje o mal, se não quiser seguir como negativo. Seja positivo sempre que possível, e não abandone o barco na primeira onda.

Amadurecemos na medida em que às expectativas são vistas como ilusórias. Nem tudo será como almejamos, por vezes, teremos que dar um passo para trás como um forte impulso para o futuro. Devemos saber o momento de parar, pensar e agir. Olhar para trás é aprendizado, para frente são escolhas. Escolhas essas que somos obrigados a fazer o tempo todo. Magoamos, insultamos, ferimos, ofendemos, agredimos e decepcionamos pessoas o tempo todo. Mas será que, com tanta imprudência sentimental, conseguimos pensar no outro ao decidirmos o que é melhor para nós mesmos?

Sábios e espertos são aqueles que pensam no próximo. Principalmente no amor, onde cada coração já possui uma marca, uma fraqueza, uma história. Não deixe de se entregar por medo, vaidade ou orgulho. Tente outra vez. Não compare relacionamentos. As pessoas são diferentes, e agem conforte os seus sentimentos. Não cobre amor, de quem sente a paixão. Não fale sobre gostar, para quem só vive de instantes.

Para qualquer coisa na vida, existe o tempo certo. Não pressione uma situação, deixe acontecer naturalmente. Não se desgaste com besteiras, não se irrite por tão pouco. Não se desequilibre diante de um problema. Coloque a mão no fogo se necessário, e se cuide caso queimar. Mas faça, não deixe de fazer a sua parte.

Relacionamentos acabam por falta de tentativas. As pessoas são receosas e gostam da facilidade. Porém, é na dificuldade que se vence uma luta. O mais prático em qualquer caso, será sempre a desistência. Jogar tudo para o alto é uma solução eficiente, mas saiba o que quer e deseja ter ao lado. Seria burrice da sua parte, se ajoelhar e pegar os cacos no chão de uma relação que você destruiu.

Saiba o que você é, o que está disposto a oferecer e saiba o que busca em alguém. São esses, os três segredos de um portfólio de sucesso garantido. Saber o que você é, te proporciona a segurança necessária para não tirar os sapatos no primeiro tropeço. Ter em mente o que você está disposto a oferecer, te fará superar limites e dar mais de si. Saber o que quer em alguém, garante a otimização do seu investimento, pois você será capaz de descartar o que não te serve, antes mesmo de apostar as suas fichas.

O único amor que você precisa ter em sua vida é aquele que prova, em qualquer situação ou circunstância, que precisa de você na vida dele.

Parece complexo, mas é bem simples: o amor não se agradece, se retribui.

E não esqueça de aprender a se amar, do jeito que você é.

Tanto por fora, como por dentro.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Jéssica Pellegrini
Nunca confie em uma escritora confusa e romântica. As controversas entre um texto de amor e outro de desilusão, podem causar questionamentos pessoais. Consequentemente, sequelas mais graves.

COMENTÁRIOS