Como usar a resiliência para ter comportamentos flexíveis e criativos?

Algumas pessoas tiveram a oportunidade de aprender ao longo de suas vidas a desenvolver competências e habilidades que favoreçam o fortalecimento e amadurecimento tanto no âmbito pessoal quanto profissional para lidar com as experiências adversas que causam impactos. Outras, no entanto, precisam aprender hoje, a desenvolver essas competências e habilidades na vida para conquistar um viver saudável e com qualidade.

Essas experiências adversas impactantes causam efeitos e consequências e que geram sintomas com efeitos:

  • Emocionais: que geram irritabilidade, ansiedade, dificuldades em dormir, depressão, hipocondria, sentimentos de alienação, burnout e consequentemente causam dificuldades nas relações familiares e sociais.
  • Cognitivos: podem incluir dificuldade de concentração e evocação da informação, o que pode tornar mais difícil a aquisição de novas informações ou a tomada de decisões.
  • Comportamentais: provocam dependência do álcool e tabaco, uma dieta alimentar pobre, falta de exercício (por exemplo, devido ao cansaço) e outros comportamentos destrutivos.
  • Fisiológicos: geram problemas músculos/esqueléticos, em particular, dores nas costas, dor de cabeça, fibromialgia, imunidade enfraquecida e problemas digestivos e cardiovasculares.

E como lidar de modo adequado e equilibrado com as experiências adversas e sofrer menor impacto dos efeitos e consequências dessas experiências?

A resiliência emerge como um novo instrumento científico adotado pelas Ciências Humanas, para descrever pessoas que aprenderam ao longo de suas vidas a adaptar-se positivamente, com flexibilidade e com criatividade, e que consequentemente favorecem comportamentos adequados para lidar com as experiências adversas impactantes, saindo dessas experiências fortalecidas e amadurecidas.

E o que fazer se não houve ao longo da vida condições favoráveis para aprender condutas adequadas para lidar com as experiências adversas, e assim adaptar-se positivamente com comportamentos flexíveis e criativos? 

A aprendizagem pode ocorrer a qualquer momento, desde que haja a pré-disposição para tal. Como a resiliência se desenvolve através de um processo de aprendizagem, ela pode ser aprendida e desenvolvida em qualquer momento da fase de desenvolvimento das pessoas. Esse processo de aprendizagem favorece adquirir habilidades que capacitam e fortalecem as pessoas no desenvolvimento de condutas adequadas (chamadas de condutas resilientes) no enfrentamento das experiências adversas impactantes, que muitas vezes geram angústia, sofrimento extremo, paralisam, enfraquecem e que consomem as energias, impossibilitando que as pessoas possam realizar seus alvos e objetivos pessoais e profissionais.

Aprender a lidar adequadamente com as experiências adversas impactantes através de condutas resilientes favorece: descobrir onde estão suas forças e virtudes, diminuir os efeitos e consequências do estresse causado por essas experiências, alcançar bem-estar, amadurecer, elevada autoestima, desempenho e sucesso.

Se ainda não foi possível aprender a lidar com as experiências adversas com comportamentos adequados, não se esqueça:

“Sempre é tempo de aprender a desenvolver competências e habilidades para expressar condutas resilientes na vida pessoal e profissional!”

VIAGeorge Barbosa
COMPARTILHAR
Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia



COMENTÁRIOS