Como parar de ser um maníaco por controle em um relacionamento

Resiliência Humana

Tanto homens quanto mulheres podem ser maníacos por controle em um relacionamento.
De acordo com a psiquiatra e autora de um livro entre os mais vendidos, Judith Orloff, as tendências controladoras derivam frequentemente de uma sensação de que tudo precisa ser perfeito, e para atingir o perfeccionismo, o controlador deve fazer tudo sozinho.

Ele geralmente não se vê como sendo controlador, mas, ao invés disso, acha que tem razão.

Em casos extremos, essa pessoa pode ter transtorno obsessivo compulsivo.

Controlar comportamentos, especialmente aqueles em um relacionamento, pode ser emocionalmente e às vezes fisicamente abusivo.

Instruções
1
Entenda o que significa ser um maníaco por controle. Controladores podem guardar as mágoas do passado, ficam com raiva ou irritados facilmente, têm dificuldades em expressar emoções, tentam comprar objetos para os parceiros em troca de amor e carinho, e tendem a trazer de volta mágoas passadas ao discutirem com o parceiro.

2
Confie em si mesmo e nos outros. Controladores muitas vezes sentem a necessidade de comandar as situações, porque têm medo de que algo dê errado se não fizerem isso. O que pode incluir a casa não sendo limpa no padrão de perfeccionismo dele ou outra pessoa indo embora se não for mandada ficar.

Depois que o controlador começar a aprender a confiar, ele também pode começar a abrir mão de algumas de suas tendências de controle.

3
Perceba que ninguém é perfeito. A definição de perfeccionismo de cada pessoa é diferente e, portanto, o que pode parecer perfeito para o controlador pode não parecer perfeito para mais ninguém. Os controladores normalmente se sentem julgados se as coisas não forem feitas dentro dos padrões ideais deles. Se ele conseguir entender que não há tal coisa como o perfeccionismo, pode ser capaz de sentir menos a necessidade de controlar o relacionamento e as situações dentro dele.

4
Procure a ajuda de um profissional de saúde mental. Psicólogos e psiquiatras podem ajudar os controladores a entenderem por que eles fazem isso, e proporcionam meios para acabar com esses comportamentos.

FONTEEhow
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS