Como confrontar uma esposa que é verbalmente agressiva

Resiliência Humana

Embora não seja tão frequentemente denunciado como acontece com as vítimas do sexo feminino, o abuso verbal e físico por mulheres contra homens está sempre presente. Nunca sinta que você deve manter-se em um relacionamento abusivo. Às vezes, você deve se afastar do abuso verbal. Mantenha a calma e nunca recorra à violência física contra sua companheira.

Instruções

1
Ignore-a. Embora você possa se sentir tentado a revidar no calor do momento, tente ser a pessoa mais madura e ignore a vontade de se envolver na gritaria e zombaria dela. Os agressores querem chamar a sua atenção e lhe manipular. Uma maneira de reagir e ainda sair como o mais maduro da situação é negar o que ela quer: uma briga. Isso lhe colocará de volta no controle da situação.

2
Converse. Quando ela está calma, diga que o que ela fala lhe magoa e que você quer que ela pare. Pergunte-lhe se há alguma coisa que você possa fazer para acalmar a agressividade dela e diga isso com a intenção de cumprir. Explique-lhe que as coisas que ela diz ferem seus sentimentos e que o comportamento dela afeta a você e às outras pessoas que o testemunham, como seus filhos ou familiares. Diga-lhe que é um problema sério com o qual você não pretende sofrer se ela não estiver disposta a resolvê-lo.

3
Haja com menosprezo. Se ela começar a agredi-lo verbalmente, menospreze o assunto, agindo como se ele não tivesse importância. Você não está querendo desrespeitá-la com esse comportamento, simplesmente está tomando de volta o seu poder, mostrando com o seu tom que ela está sendo irracional.

4
Saia, caso ela não pare com o comportamento abusivo. Não há razão para ficar com alguém que está constantemente lhe degradando. Se você tem filhos, reconheça que eles se magoarão a longo prazo. Tenha novamente o controle da sua vida.

FONTEEhow
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS