A chave para o sucesso: Seja grato!

Iara Fonseca

A gratidão é um sentimento transbordante, quem já sentiu sabe do que eu estou falando. A gente acorda de manhã disposto a vencer qualquer leão. Projetamos o dia na esperança da realização de sonhos concretos. Vemos beleza no amanhecer, no sorriso de uma criança, na conquista do outro. Desejamos o bem e criamos laços indestrutíveis. A gratidão te torna sábio. Te faz querer viver alegre e satisfeito. Te torna forte e determinado.

Porém, nem todas as pessoas conseguem ser gratas, e na maioria das vezes, essas pessoas sempre estão desmotivadas e internamente tristes.

A pessoa que sabe ser grata, entende a gratidão como a única via de um caminho repleto de desvios, nasce, cresce e se desenvolve numa plenitude de aceitação dos fatos e estabelece um vínculo com a vida que nunca a deixa desistir ou desmoronar. É claro que mesmo os gratos as vezes se entristecem, ou sofrem, uma coisa não tem a ver com a outra, o sofrimento é uma passagem importante para as conquistas da vida, e os gratos, sabem disso, acolhem o sofrimento como um aprendizado necessário, aprendem rápido a lição e não se demoram na presença dele.

Já os ingratos, recebem o sofrimento como uma ofensa, e por isso vivem fugindo dele, visto isso, nunca aprendem lição alguma que a vida lhes impõe. Os aprendizados são adquiridos por eles de maneira diferente, aprendem apenas o que lhes convém, e acabam não sabendo nada sobre si mesmos.

Adultos ingratos geralmente tomam decisões repentinas, gostam de se aventurar por campos desconhecidos e não curtem responsabilidades. Se acham melhores que os outros, mas possuem grande dificuldade em agir, estabelecer metas, planejar, e de se motivar com o futuro.

Já aqueles que naturalmente agradecem a tudo, sempre estão dispostos e esperançosos. Seus pais, desde cedo mostravam a ele que não se pode ter tudo na vida, e que para conseguirem alguns privilégios, era preciso muito suor e determinação, Para essa criança um momento de lazer regado a luxo era coisa que acontecia “de vez em quando”, e quando acontecia esse “luxo”, os pais frisavam a importância de agradecer por aquele momento, pela oportunidade que foi lhes dada de estarem ali vivendo aquele conforto e felicidade. Os ingratos acham tudo isso uma balela.

De maneira nenhuma quero culpar os pais por seus filhos ingratos, quero aqui chamar atenção para nossas pequenas atitudes diárias com os nossos filhos. Será que estamos criando filhos ingratos? Só levantando a questão, pois o foco do texto não é esse.

Já pararam para pensar nas pessoas que alcançam o sucesso, como elas acordam? Sempre de bom humor e colocando uma energia descomunal em seus projetos. Não perdem o foco e não se distraem por muito tempo. Gostam da companhia edificante e não cultuam pessimismo ou pensamentos tóxicos. Agradecem até pelo ar que respiram e sabem que precisam de disciplina, de planejamento com clara visão do que querem alcançar no futuro. Seu dia sempre é produtivo, mesmo quando estão ociosos, sua mente trabalha e desenvolve ideias geniais. Estão abertos e conectados com a sua essência e com a criação de tudo, por isso amam a natureza e sua constância. Tentam e se comparam com ela para conquistar suas metas porque sabem que como uma semente, que se tornara árvore, ele também precisa de alimento diário para poder dar frutos.

Algumas pessoas querem ser gratas, mas não conseguem, e devem estar se perguntando como podem fazer para sentir essa alegria que sentem as pessoas agradecidas.

Esse é o ponto inicial, querer. Não é fácil viver sendo ingrato. As coisas parecem não andar, nada dá certo, e se dá é por conta de outras pessoas gratas que o ajudaram.

O ingrato precisa desenvolver rotinas diárias de agradecimento, e isso é uma prática que deve ser desenvolvida constantemente. As pessoas que são gratas já fazem isso automaticamente, mas os ingratos terão que ter mais disciplina nesse processo, pois é um hábito desconhecido para eles.

O acordar é o momento que faz toda a diferença.

Escolher uma atividade que te dá prazer e praticá-la já nas primeiras horas do dia te motivará e te levará a agir em direção as suas metas e planos. Se não consegue sonhar e dar um direcionamento para a sua vida, essa deve ser a primeira coisa que tem que ser posta em prática, silenciar e enxergar você em um futuro próximo.

Feche os olhos e veja você daqui 5 anos, como você gostaria de estar? Fica feliz com o que vê, ou se desanima no ato? A sua projeção deve ser feliz. Só assim você conseguirá acordar motivado, mesmo que nada daquilo que você planejou aconteça, esse seu posicionamento modificará seus dias, o tornarão mais felizes e isso que importa. Novos planos surgirão e você viverá dia a pós dia, a felicidade de querer ser tudo aquilo que você enxergou nessa pratica diária.

Agradeça, a você pelo esforço, àquelas pessoas que te ajudam e querem o seu bem, ao sol por brilhar tão quente, ao frio por te mostrar a benção que é ter como se aquecer, o alimento que te fortalece e te dá prazer, o sorriso por te aliviar a tristeza, a saúde por te dar condições de seguir em frente.

Seja grato, e você conquistará tudo aquilo que deseja. Continue na ingratidão e infelizmente a sua vida continuará como está, e tudo que você receber será dado por alguém, se tiver sorte, e não terá nenhum mérito nisso.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Iara Fonseca

Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!


COMENTÁRIOS