Beber café pode proteger fígado de danos causados pelo álcool, diz estudo

Resiliência Humana

Segundo a pesquisa, beber dois copos adicionais de café diariamente foi associado a um risco 44 % menor de desenvolver cirrose hepática

Algumas xícara a mais de café todas as manhãs podem fazer muito mais do que apenas te deixar com mais energia para enfrentar o dia. E isso serve principalmente para aqueles que bebem sem moderação.

Explico: segundo estudo feito pela Universidade de Southampton, na Inglaterra, beber dois copos adicionais de café diariamente foi associado a um risco 44% menor de desenvolver cirrose hepática.


Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores olharam para resultados de testes de mais de 430 mil participantes do estudo, e descobriram que o consumo do café pode ter impacto na saúde no fígado. E não para por aí. Em comparação com quem não é adepto da bebida, os pesquisadores estimaram que uma xícara por dia estava relacionado a um risco 22% menor de contrair a cirrose.

Segundo o estudo, quanto mais melhor. Os resultados mostraram que tomar três copos extras significou um risco 57% menor de desenvolver doenças no fígado, enquanto quatro copos resultaram em um risco 65% menor.

Leia também:

Quem lhe quer bem lhe fará um café

A pesquisa revela que a cirrose mata mais de um milhão de pessoas por ano em todo o mundo e, geralmente, é causada por ingestão de álcool, hepatite B, hepatite C, além de doenças hepáticas gordurosas ligadas à obesidade e diabetes.

E se você pensa que tem um álibi para chapar o globo na “happy hour” de hoje, acalme-se. Em entrevista à Reuters, o Dr. Oliver Kennedy, autor do estudo, deu duas notícias: uma boa e outra meio ruim. “É significativo saber que o risco de desenvolver cirrose pode ser reduzido pelo consumo de café, uma bebida barata e bem tolerada”, explicou o cientista da Universidade de Southampton. Ele também fez uma importante ponderação.

“Infelizmente, embora o café contenha compostos químicos antioxidantes e propriedades anti-inflamatórias, seu consumo diário não pode desfazer danos sistemáticos da obesidade, sedentarismo, consumo excessivo de álcool,e dieta pouco saudável” alerta Kennedy.

FONTEGQ
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana

Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia


COMENTÁRIOS