AS ESCOLHAS NOSSAS DE CADA DIA

Não podemos escolher amar, mas podemos escolher o afastamento. Podemos escolher um curso, concluí-lo e não seguir a carreira, mas isso não tira de nós o conhecimento adquirido. Podemos escolher um local para morar, porém se há arrependimentos, existe a possibilidade de mudar e recomeçar

Amar não é uma escolha, pois os sentimentos se direcionam sozinhos. Casar sim. A profissão, a carreira, a faculdade, o local onde vai morar também fica a seu critério. Não é simples decidir tudo isso, afinal certas escolhas nos tomam muito tempo. Não falo só do tempo de decidir, mas também o tempo tomado por consequência.

Abster-se de tomar uma decisão também é uma escolha em si e requer responsabilidade. Cada passo diário e pequenos gestos geram reações muitas vezes imprevisíveis e dependem de nós. Não podemos escolher amar, mas podemos escolher o afastamento. Podemos escolher um curso, concluí-lo e não seguir a carreira, mas isso não tira de nós o conhecimento adquirido. Podemos escolher um local para morar, porém se há arrependimentos, existe a possibilidade de mudar e recomeçar.

Thumbnail image for young-couple-enjoying-romantic-moments-in-nature-picjumbo-com.jpgUm dos bens mais preciosos que temos é o tempo e este vai passar independente de termos aproveitado ou não com boas escolhas. O tempo é importante demais para ser desperdiçado com ressentimentos, preguiça, futilidades demais e maldade. Fazer uma má escolha e perder tempo com isso nos faz desperdiçar oportunidades de ouro! Não a oportunidade de enriquecer materialmente – isso é o de menos – mas de poder pedir perdão, de voltar a ter um bom relacionamento com alguém especial e aproveitar os momentos que poderão surgir juntos!

Não deixe pra depois as boas escolhas… escolha a amizade, o perdão, o recomeço, a fé na vida agora! O depois não é algo com que possamos contar, o agora sim! A vida passa e não queira olhar para trás e colecionar arrependimentos. Viva de uma forma que inspire outras pessoas, tenha o prazer de saber que alguém se sentiu melhor após ter encontrado você, mesmo que tenha sido apenas um “oi” na parada de ônibus.

A mediocridade já existe aos montes, não queira ser apenas mais um. Vença o sentimento de banalidade que te toma todas as manhãs e sinta a magia de respirar um ar puro, ajude um desconhecido e esteja presente na vida daqueles que o amam. Escolhas são muito importantes para serem feitas com insignificância!

 

VIAMonique Cougo Rodrigues
COMPARTILHAR
Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia



COMENTÁRIOS