Amar é deixar ir

Ju Farias

A pessoa certa na hora errada, existe isso? Até ontem jurava que não. Mordi a língua, dei com a cara na porta, meu ceticismo foi posto à prova e perdi a batalha, rolei barranco abaixo com cavalo e tudo. Sabe, amor, matei a charada. Você é a pessoa certa, mas na hora errada.

Somos um só sem esforço algum. Ninguém se aperta para caber no outro, simplesmente se encaixa e pronto, e ponto, e assunto encerrado. Sinto você perto, ainda que esteja tão longe. A nossa dinâmica é simples, é honesta, é inocente.

Agora me diz, por favor, o que acontece com o nosso amor? Por que não dá certo? Em que ponto da estrada a gente perde o rumo? Se o afeto existe, se o tesão persiste, se o mundo para inteiro pode ouvir a respiração que nos torna um: por que não?

Porque você é a pessoa certa, mas na hora errada. Não é o seu momento, talvez não seja o meu. Estamos no meio de uma roda gigante que gira sem parar (com todos os banquinhos ocupados). Tem sua mãe, seu trabalho, a viagem para a Irlanda e a minha mania esquisita de colocar defeito em tudo.

E tudo mais o que nos separa. Amo você, amo tanto que o deixo ir. E sei que sente o mesmo, faz o mesmo e a nossa vidinha juntos vai ficando para trás. E o nosso amor é tão justo que não exige nada, não cobra nada e nem pretende nada.

A roda gira, amor. Estamos no meio, bem no meio. O problema talvez seja esse. Talvez não haja problema. Não é a hora, nem o momento. Não sou, nem você. É o tempo, amor. Se sinto ciúmes de quem vai afagar seus cabelos enquanto você dorme?

Sinto ciúmes, mas nunca raiva. Ainda que as pessoas não entendam, a gente sabe que apenas um amor pleno é capaz de fazer isso. Só um grande amor vai deixar você partir sem querer que você morra de remorso. Só um amor bonito consegue vê-lo bater a porta e desejar profundamente que você seja feliz.

Sem perseguição, sem ódio, sem rancor. Meu amor é tão grande que todas essas coisas perdem a força. Deixo você ir sem culpa, pois eu morreria se você fosse consumido por esse sentimento obscuro.

Eu amo você e talvez me apaixone amanhã, ou depois, ou nunca mais. Sei que meu lugar no seu peito tem perfume de jasmim e que outra pessoa também vai se sentir assim. Qualquer dia, amor, qualquer dia…

Deixe que julguem nosso amor e que se incomodem por nós dois. Segue firme, amor. Vá em busca dos seus sonhos, pois estarei sempre torcendo por ti. Ah, e se alguém disser que duas pessoas que se amam precisam estar juntas, quero que responda que o amor verdadeiro não é egoísta.

Sorria e vá adiante, em frente, avante. E se insistirem, e se perturbarem, e se questionarem quem sou eu. Por favor, nem explique nada.

Ou melhor, diga apenas uma coisa: “É a pessoa certa, mas na hora errada”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Ju Farias
Não nasci poeta, nasci amor e, por ser assim, virei poeta. Gosto quando alguém se apropria do meu texto como se fosse seu. É como se um pedaço que é meu por direito coubesse perfeitamente no outro. Divido e compartilho sem economia. Não estou muito preocupada com meus créditos, eu quero saber mesmo é do que me arrepia. Eu só quero saber o que realmente importa: toquei alguém? É isso que eu vim fazer no mundo.

COMENTÁRIOS