Agradecer aos presentes da vida, por mais que estes não possam permanecer mais conosco.

Resiliência Humana

Agradecer aos presentes da vida, por mais que estes não possam permanecer mais conosco.

Encontrar pessoas que temos algo em comum, não é difícil. Encontrar alguém que nos damos bem, pode acontecer em qualquer hora do dia. Conversar sobre o decorrer da nossa semana, pode ser com qualquer um que sejamos próximos. Mas encontrar aquela pessoa? São em momentos únicos das nossas vidas.

O presente que cada um já recebeu, ou ainda vai receber, é encontrar um alguém que tenhamos tanta conexão, tantas coisas em comuns, tanta ligação, que só conseguimos pensar em como é possível sentir algo tão maravilhoso, e tão desconhecido por nós mesmos.

É quando começamos a acreditar em destino, que estávamos no dia certo, na hora certa, e no lugar certo. Quando conhecemos esse alguém.

É quando percebemos que a vida é boa, que em meio a tanto caos, ela ainda é capaz de nos fazer lembrar que cada sentimento deve ser sentido com intensidade, para que possamos aprender cada um deles.

É quando não conseguimos fazer mais nada, a não ser, ser grato pelo que estamos vivendo, ser grato por tudo de ruim que antes tenha acontecido, porque no fundo sabemos que se a vida tivesse tomado um rumo diferente, talvez não tivéssemos a oportunidade de saber o que ela tinha de melhor nos esperando.

É com essa pessoa que aprendemos mais do qualquer coisa no mundo. Aprendemos o que é sentir algo verdadeiro, puro. Desde o amor e a felicidade nunca experimentada antes, até a tristeza que dói o nosso coração, de uma maneira diferente. Aprendemos o que é viver com alguém ao seu lado, não te completando, mas incrementando, experiências, momentos. Aprendemos a nos relacionar, a fazer o certo, a dividir, a pensar no outro.

São essas coisas que não servem só para relacionamentos, mas sim, para a vida. Quando você percebe que sabe vive-la intensamente. E são esses aprendizados que não podemos aprender em nenhuma escola, faculdade, ou curso. São experiências únicas, que só podemos aprender vivendo, por nós mesmos, e não pelo que alguém nos diz.

Mas o final nem sempre é certo a nosso ver, às vezes esse alguém não possa ficar conosco no momento, ou pela vida em diante. Às vezes essa pessoa só entrou em nossos mundos para nos fazer lembrar o quanto podemos ser amados, desejados, importantes, especiais.

Às vezes temos coisas não resolvidas para resolver, coisas que precisamos viver sozinhos para aprender, coisas que temos que descobrir sobre nós mesmos, para podermos estar totalmente prontos para mais uma aventura.

E é por isso que esse alguém foi um presente, por te fazer ter desejo de viver por você acima de tudo, mas querer ter uma pessoa para dividir suas experiências. Que por mais que não possam ficar juntos agora, não quer dizer que será para todo o sempre. Você ainda tem muito para aprender sobre você mesmo, agora que teve sua ajuda, descubra-se.

O que é certo é certo. Se for seu, a vida vai te devolver no momento mais inesperado, pois você estará pronto. Não importa o que aconteça nesse meio tempo, a ligação de vocês não foi em vão, teve um motivo, por isso tem esse nome. Vocês estão ligados pelo laço mais maravilhoso que pode existir, o laço da vida, do sentimento verdadeiro.
Seja grato pelo que viveu, pelo que há de viver, e pelo que a vida ainda te reserva.

FONTEEmilly Maquiel e Silva
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS