“A vida é da cor que você pinta”

Sabe aquele frio na barriga que ao mesmo tempo em que aterroriza faz com que se sinta vivo e lhe proporciona uma sensação de euforia?  É desta sensação que quero tratar, a sensação que grita aos ventos o quão vivo você está, e o quanto anseia por mudanças e algo novo em sua vida. O frio na barriga que grita com você mesmo para que procure por algo que lhe traga felicidade, para que saia da sua zona de conforto e siga seus instintos. Porque ter medo da felicidade? O novo te assusta? E as mudanças?

Na maior parte do tempo somos movidos por sonhos, medos, alegrias, amores, e até mesmo por frustrações. É inevitável e quase que impossível não levar em conta determinados sentimentos, apesar de todo o esforço para ser racional acabamos vivendo em função do nosso coração. A razão diz não e a emoção grita vai, e quase que imperceptivelmente tomamos decisões visando a emoção do momento, somos impulsivos e descuidados, melancólicos e imprudentes, quebramos a cara ou encontramos a felicidade, mesmo que esta dure apenas o tempo suficiente para que seja especial.

Quando entramos no aspecto de tomadas de decisões entramos em um assunto complexo, uma vez que as escolhas das mesmas podem influenciar toda uma vida trazendo consequências positivas e negativas, que infelizmente em muito dos casos não podemos prever. Por isto sempre digo e repito que todas as vezes que se encontrar em um beco sem saída e uma decisão precisar tomar, não entre em pânico, pare, pense e respire. Se de um tempo e aja com calma. É um direito seu pensar na melhor maneira possível de resolver ou decidir algo, é de sua vida que estamos falando e consequentemente ela merece atenção.

Muitas pessoas não fazem ideia do quanto em um minuto toda a sua vida pode mudar, um sim ou um não, um “não se vá”, “eu te amo, fique.”, “Eu não me importo com você” quando no fundo você quer gritar o quanto o ama para o mundo todo. Sabe aquele sentimento de impotência, a sensação de que nada está dando certo, aquele medo que se abriga em seu coração, quando tudo a sua volta parece andar para frente e lá está você empacado sem saber o que fazer. Eu entendo que as vezes passamos por situações em que o mundo desaba e é difícil manter suas estruturas intactas, mas eu também sei que você tem o controle sobre a sua vida, você decide se vai ou não sofrer, se vai ficar ou se partirá, moça você decide se tem que seguir em frente ou não, apenas você tem este poder. Então quando alguém tentar lhe controlar, ou até mesmo quando você se perder e não se encontrar mais em suas próprias escolhas lembre-se apenas você tem o controle de sair dessa.

Aposto que em alguns momentos você já teve a vontade de jogar tudo pro ar e se arriscar em algo novo, correr em busca do inesperado e sem olhar pra trás traçar um novo caminho totalmente diferente e distinto de sua realidade e toda vez que isto passa pela sua cabeça, juntamente com a ideia maluca de fazer tudo isto, vem outro sentimento, o medo e ele como um pai autoritário e controlador corta suas asas e seu sonho mais uma vez permanece de lado. Mas até quando você vai deixar que este medo fale por você? A vida é um ciclo com um prazo de validade incerto e deixar de viver as maravilhas que lhe espera é tolice, se arrisque um pouco mais, viva intensamente, a vida é muito curta e é sua obrigação viver da melhor forma possível. Corra atrás dos seus sonhos, dos motivos que lhe fazem sorrir, dos abraços que lhe acalmam. E apesar de qualquer outra coisa, não deixe que a comodidade do dia a dia torne sua vida fria e sem sentido, dê-se um tempo você é mais importante, aproveite seus momentos. E acima de tudo não tenha medo de trocar o roteiro, aliás você só descobre novos caminhos quando muda a direção.

COMPARTILHAR
Mateus Tulio
Costumo utilizar da escrita para viajar em outros mundos e desvendar um pouco da loucura que é a vida. A escrita se tornou parte de mim, parte das minhas constantes incertezas.



COMENTÁRIOS