Quanto menos nos incomodarmos com as escolhas alheias, mais tempo teremos para melhorar as nossas próprias escolhas.

Wandy Luz

Temos essa pretensão arrogante, de poder decretar, quem é feliz ou infeliz, de acordo com nossa visão de mundo e experiência de vida.

Mas o que é Felicidade para uns pode não ser para outros.

Há quem goste de ficar em casa no fim de semana, ha quem goste de cair na noite e voltar só no outro dia.

Quem somos nós para julgar o certo ou errado?

A minha Felicidade é só minha, e a sua, só sua.

Por falar em julgar, precisamos controlar o nosso julgamento indefectível, e nos preocupar mais com a nossa evolução do que com as roupas que alguém usa, os gostos musicais, ou como se comportam.

Eu, você, nós, precisamos de uma vez por todas entender, o nosso espaço termina onde começa o do outro.

Quanto menos nos incomodarmos com as escolhas alheias, mais tempo teremos para melhorar as nossas próprias escolhas.

Afinal, só eu sei o que encanta a minha alma, só você sabe o que alegra seu coração.

Podemos tentar decifrar o outro, e os outros tentar decifrar a nós.

Mas já dizia o poeta, cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é, então você só vai saber sobre minhas dores e delícias, se eu permitir, e vice versa.

Então, menos foco na grama do vizinho e mais cuidado com a sua !

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Wandy Luz
Jornalista, colunista, filha do Universo e amante da liberdade. Um ser humano que se encanta a cada dia mais com os mistérios da vida e suas dimensões. Escrever pra mim é desejar e eu desejo que seu espirito seja livre e a alma plena. Que o sonhar traga esperança e que a dor traga entendimento. Em minha jornada fiz como missão questionar e explorar os mistérios desse segredo que e viver.

COMENTÁRIOS