13 estratégias fáceis para liberar a mente e gerenciar seu mundo emocional

Resiliência Humana

Ainda que não o relacionemos, as atividades manuais podem nos ser de grande ajuda na hora de clarear nossa mente e organizar nossos pensamentos e emoções.

Liberar a mente não é fácil. Nosso cérebro não é como uma caixa para esvaziar e encher à vontade.

Não o é, em primeiro lugar, porque muitas dessas coisas que nos tiram a paz interior, o equilíbrio e a capacidade para nos concentrarmos no que é importante, são emoções. Emoções negativas.

Fatores como a ansiedade ou o estresse crônicos, muitas vezes fazem com que nos sintamos frustrados, cansados e inclusive com raiva do mundo.

Isso já aconteceu pelo menos uma vez com todos nós. Chegar em casa e ser incapaz de relaxar porque continuam chegando à nossa mente pensamentos pessimistas, o turbilhão do nervosismo, as dores de cabeça e o martelo do mau humor.

Se você passa épocas com esta sensação e não sabe como enfrentar um estado tão desgastante, propomos pôr em prática estes simples conselhos. Serão muito úteis.

Averigue quais emoções o perturbam

Antes de iniciar os exercícios que proporemos, é necessário identificar que emoção ou que emoções criam o novelo do seu mau estar.

Em ocasiões, é um coquetel de “estados”: de um pouco de angústia, de medo, de tristeza, de desilusão e de inquietude…

Para desembaraçar esta madeixa, precisamos nos concentrar em relaxar, e para isso nada melhor do que começar a meditar.

Agora, por mais curioso que pareça, aprender a meditar não é nada fácil. É preciso um pouco de tempo e de prática.

Por nosso lado, recomendamos uma série de propostas que podem permitir estabelecer uma primeira tomada de contado consigo mesmo, para identificar o que lhe acontece, quais emoções se amontoam em sua mente.

Saia para caminhar. Muitas pessoas acham mais fácil meditar enquanto andam, correm ou fazem um exercício suave.
Tome um banho relaxante. É um modo ideal para pensar em nossas coisas.

Tome uma hora para si mesmo, em solidão e silêncio. Pegue um caderno ou uma folha de papel e desenhe duas colunas.

Na primeira escreva “o que sinto” e na segunda “o que faz eu me sentir assim”. Complete este exercício com calma, sendo sincero.

Libere sua mente segundo as emoções que estão dentro de você

1. Sente raiva, ira

Escolha papéis coloridos e, com as mãos, corte-os em tiras. Faça devagar, centrando a atenção na tarefa.

Quando o tiver rasgado e transformado em tiras, faça tranças com elas. Pouco a pouco conseguirá encontrar uma solução para a sua raiva.

2. Precisa entender algo

Pinte mandalas. Permitirá entrar em contato com os seus pensamentos, em calma e sem pressa enquanto segue a forma das mandalas.

Pouco a pouco encontrará a resposta.

3. Sente-se triste

Desenhe árvores com raízes longas e altos ramos, que entram em contato com o sol.

4. Sente-se angustiado

Faça uma boneca de pano.

A medida em que cria cada parte, cada extremidade, parte do rosto ou do cabelo, encontrará certa paz ao se identificar com essa forma humana que foi criada por suas mãos.

5. Sente-se preocupado

Se você se sente preocupado, cairá muito bem praticar o origami ou papiroflexia. Esta delicada arte consiste em moldar papel sem usar tesouras ou cola. Só com as mãos.

6. Precisa se lembrar de algo

Se há algo do que você quer se lembrar, desenhe labirintos.

7. Sente-se esgotado mentalmente

Desenhe flores.

8. Precisa encontrar a solução para um problema

Desenhe um oceano com suas ondas e, depois, pinte-o com as cores adequadas.

9. Sente-se estancado e não sabe como sair dessa situação

Se você está passando por uma época complicada na qual nota uma grande tensão interna, cheio de ansiedade e na qual quase nunca consegue encontrar um instante onde clarear a mente, desenhe espirais.

10. Precisa saber o que quer da vida

Se você nota que está atualmente na encruzilhada pessoal sem saber o que quer ou o que espera realmente de si mesmo, faça o seguinte: uma colagem.

Recorte imagens que você goste, que sejam acolhedoras. Coloque-as juntas e pense nelas.

11. Precisa organizar ideias

Neste caso, será muito útil desenhar retângulos.

12. Sente desespero

Todos passamos por instantes assim. Momentos pontuais em que tudo nos excede, em que a vida inteira parece estar sobre nossas costas nos afogando com suas pressões, com suas fechaduras asfixiantes.

Quando se notar desse modo, tente desenhar caminhos. Desenhe trilhas, caminhos que se cortam, mas que ficam unidos por meio de fortes pontes…

13. Sente-se chateado

Estar chateado não é tão intenso quando a raiva. É um estado incômodo, como uma nuvem que nos enche de sensações negativas das que não podemos escapar.

Cada vez que isso lhe acontecer, cada vez que se sentir desse modo, será muito útil desenhar linhas ao longo de uma folha em branco.
Temos certeza de que estes simples conselhos serão úteis em algum momento do dia.

FONTEMelhor com saúde
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS