Você prega um falso moralismo, mas sua alma está impregnada de podridão!

Qual a sua responsabilidade mediante a essa bagunça de que você tanto reclama?

Hipocrisia, demagogia ou gostamos mesmo é de ser a vítima sempre?

Você tem feito tudo certo para reclamar do que está errado?

Você se indigna com o governo corrupto, mas adora dar um ‘jeitinho’ para tudo?

Você sempre joga a primeira pedra, mas seu telhado é de vidro?

Você gosta de apontar o dedo na direção das carências alheias, mas ignora os outros quatro que estão sendo apontados na sua própria direção?

Se você respondeu sim para alguma das perguntas acima, você reclama da bagunça mas participa dela.

Você prega um falso moralismo, mas sua alma está impregnada de podridão!

Sim, pesado eu sei! Mas só assim para entendermos que a culpa não é do governo, não é da sociedade, não é da vida, a culpa não é de ninguém.

Mas as consequências são nossas.

As consequências de tudo o que fazemos, pensamos e desejamos ao próximo.

Ou você acha que vai jogar pedras e colher flores?

Vai invejar, odiar, mentir, atacar, viver no ócio, só lamentar e ser bem sucedido e feliz?

Da boca pra fora você pode dizer o que quiser, culpar quem você quiser, e reclamar de tudo que está errado, tudo que está ruim, mas coração a dentro você sabe o que tem feito e o que não tem feito para estar como e onde você está.

Olha lá no fundo, sim bem lá no fundo, tá vendo o reflexo da sua essência?

O que você vê é o que você é. Então pare de se enganar, para de se sentir o coitado, para de inventar desculpas esfarrapadas para camuflar, o seu medo de mudar, a sua comodidade, pare de camuflar a verdade.

Você é um ser dotado de inteligência, você, nós, temos o poder de criar e destruir, tirar e dar a vida, e adivinhe só, a escolha é só minha, a escolha é só sua.

Nosso corpo físico, se adapta a diferentes temperaturas, ambientes, culturas, países, e continentes. Ultimamente andamos até visitando outros planetas.

E você está aí ainda, reclamando e culpando a vida, o destino, e dizendo que não tem sorte, que Deus não existe porque se existisse de fato, porque permitiria tantas desgraças, fenômenos naturais avassaladores, mortes enfim, nós adoramos, questionar tudo, adoramos falar das pessoas, mas puxa uma cadeira e me fala um pouco sobre você?

Com todo o poder que temos de fazer, e ser o que quisermos, acho no mínimo injusto reclamar da bagunça, quando não estamos dispostos a ajudar a organiza-la.

COMPARTILHAR


Wandy Luz
Jornalista, colunista, filha do Universo e amante da liberdade. Um ser humano que se encanta a cada dia mais com os mistérios da vida e suas dimensões. Escrever pra mim é desejar e eu desejo que seu espirito seja livre e a alma plena. Que o sonhar traga esperança e que a dor traga entendimento. Em minha jornada fiz como missão questionar e explorar os mistérios desse segredo que e viver.

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS